4.8.13

Texto: Mudar sem mudança.

By the Water:)
As vezes quero encontrar um novo caminho, renovar a rotina e começar tudo do zero. Em seguida paro e penso e acabo aprovando a situação atual, satisfeita como estão as coisas e até aliviada por estarem de tal jeito. Mas sei lá, novamente, seguidamente, consequentemente, logo surge aquele mesmo desejo de mudança. Só que dessa vez ele vem mais forte, mais rude, eficaz. Depois passa. Volto com os olhinhos brilhando amando meu presente, mas daqui a pouco fico inquieta com o próprio.

Será que as coisas devem ser mudadas quando precisam ou quando queremos? Queria acreditar que se mudasse agora seria para melhor e ignorar completamente a parte da mudança poder dar errado. Por outro lado, quero estar sempre satisfeita com minha vida atual. Então eu pergunto (Milhões de vezes) Mudar ou não?

Crio hipóteses, e minha imaginação teima em formar um futuro perfeito e gracioso.Mas outra parte de mim (Uma parte pessimista aliás) teima em acreditar que algumas coisas foram para estar exatamente do jeito que estão. Sem melhoras, sem renovações, e com muita sorte boas. Mas não me contento com o ''bom'' ou com o mediano, não que eu queira muito, eu só quero mais.

Sei que um dia não me darei mais o luxo da dúvida, tomarei uma atitude definitiva. Mas confesso certo medo da escolha que tomarei. Mudanças são relativamente boas e necessárias, mas nem sempre fáceis.Então o problema seria saber o quão dificeis elas seriam e se eu realmente estaria disposta e forte para aguenta-las/aceita-las . Veremos..

20 comentários:

  1. Penélope6:54:00 PM

    O bonito do seu texto é que eles nunca acabam de verdade, sempre deixam uma interrogação no final

    ResponderExcluir
  2. Aniinha7:51:00 PM

    Todas nós ):

    ResponderExcluir
  3. Andressa9:25:00 PM

    Ficou lindoo

    ResponderExcluir
  4. Amei o texto Camilinha :3
    bjs.
    anjodecereja.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Com quem você aprendeu a escrever?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prática, na verdade até hoje não sei, só vou tentando.. haha

      Excluir
    2. Sabe sim!!! escreve super bem
      Começou com quantos aninhos?

      Excluir
    3. Haha obrigada. Uns 13,14,não lembro direito..

      Excluir
  6. Adolescência e suas indecisões

    ResponderExcluir
  7. Você é uma graça até pra escrever

    ResponderExcluir
  8. Janaina7:03:00 PM

    Muito bonito

    ResponderExcluir